---------------------------------------------------------
O BALA MÁGICA MUDOU DE ENDEREÇO

Este blog agora faz parte do condomínio
de blogs de ciência Science Blogs Brasil!
Acesse o novo link do Bala Mágica e fique por dentro
do que acontece no nano(bio)mundo:


Comentários não serão mais aceitos aqui no Blogger,
por gentileza dirija-se ao novo endereço.

Aguardo você lá no SBBr!
---------------------------------------------------------

terça-feira, 22 de setembro de 2009

A segunda chance


"- Tá bem, Fernanda, mas essas tais nanopartículas são tóxicas ou não?"
"- E esse negócio aí de nanotecnologia, serve pra quê, afinal?"
"- Mas.... com o que você trabalha, mesmo?"


Eis algumas das perguntas que tenho ouvido ao longo dos últimos 6 anos quando falo que trabalho com nanotecnologia. Embora seja um assunto muito em voga, poucas são as fontes de informação acessíveis e confiáveis que levam a nanotecnologia para o grande público - em especial no que diz respeito às suas aplicações na área da saúde. Eu acredito que as pessoas tem o direito de saber. Por isso, vinha pensando num meio de popularizar o assunto há um bom tempo.

A primeira chance que tive foi um convite que recebi da professora Sílvia Guterres e da professora Adriana Pohlmann, orientadoras do grupo de pesquisa do qual faço parte, feito em 2007:
"- O que você acha de escrever um artigo sobre nanopartículas na terapêutica para a Ciência Hoje?" "- Que legal, quero tentar!". O resultado está linkado aí ao lado (e deu um trabalhão, porque precisei aprender a escrever no estilo jornalístico, o que é excitante, mas nada fácil para alguém tecnicista como eu).

Foi em abril desse ano que tive a segunda chance, por causa de alguns eventos muito tristes que ocorreram na minha vida - um deles foi um procedimento cirúrgico que me tirou de circulação por um mês e meio. O tempo que eu tinha de sobra poderia ser usado por mim para fins de autocomiseração. Preferi usá-lo para aprender a criar e gerenciar um blog de ciências, uma ideia que já vinha rondando meus pensamentos. Assim nasceu o Bala Mágica, de forma meio certinha e marrenta até (é só conferir os primeiros textos) - mas com uma linguagem que foi se tornando mais suave ao longo do tempo e, depois de adquirido um certo grau de confiança, com algumas estabanadas tentativas de adicionar humor à conversa - basicamente, o reflexo de alguém tímido, mas que gosta de fazer amigos, embora nem sempre saiba como.

É por isso que o fato do Bala Mágica, com menos de 6 meses de vida, ter sido lembrado por vários blogueiros de ciência (meus pares!) na votação do prêmio ABC é considerado por mim como um presente devido à história de como tudo começou, como uma honra grande por estar no mesmo grupo de tantos blogs bacanas, alguns dos quais sou leitora assídua - vide blogroll ao lado - e, por fim, como reforço da responsabilidade e do compromisso que assumi em divulgar ciência.

Pela confiança, muito obrigada.

Leia outros posts relacionados (por assunto)



4 comentários:

Joao disse...

Fernanda:

Parabens. Voce merece. Lamento a questão da cirurgia, que não sabia, mas quer parecer-me que deu a volta por cima.

Em 6 meses ja ganhou seu primeiro prémio de blogger. Invejaaaaaa. :)

ciencianamidia disse...

Parabééééééns!!!
Super merecido teu blog estar entre os finalistas. Sou fã do Bala Mágica :)

Fernanda Poletto disse...

@Joao @ciencianamidia (Tati)

Obrigada pelo carinho de vcs, saibam que tanto o Crónica quanto o Ciência na Mídia receberam o meu voto nessa premiação.

Joao, sobre a sua pergunta a respeito da entropia na nanoescala (que não é assunto banal, porque há mesmo particularidades quanto à termodinâmica de nanoestruturas), estou lendo o artigo usado como ref na reportagem. Logo, logo dou uma resposta, ok?

Abração,

Fer

Letícia disse...

Oi Fer,

parabéns pelo prêmio TopBlog. Mereces muito esse reconhecimento! Realmente o teu blog esta cada vez melhor...
Te desejo tudo de bom!

Bjos,

Lê Cruz

Postar um comentário

(comentários no Blogger não serão mais aceitos)

Você quer deixar algum comentário aqui no Bala Mágica? Então dirija-se ao novo endereço, no Science Blogs Brasil. Lá você encontrará essa mesma postagem, e seu comentário poderá ser publicado. Obrigada!